Referências

.

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Torcedores do Remo protestam por eleições diretas no clube

Cerca de 500 pessoas participaram da passeata. Um dos ídolos do Leão na décade de 90, 'Rei Artur' falou em ser presidente do clube

protesto Remo (Foto: GLOBOESPORTE.COM) 
Torcedores do Remo estão indignados com o atual momento do clube
(Foto: GLOBOESPORTE.COM)
Com palavras de ordem e um barulhento “apitaço”. Assim, cerca de 500 torcedores do Clube do Remo realizaram um protesto pacífico no início da noite desta quarta-feira, dia 22, na frente da Sede Social do Leão, localizada na Avenida Nazaré. Nenhum membro da diretoria do clube foi encontrado para comentar o assunto. Vigilantes particulares e a Polícia Militar garantiram a segurança patrimonial dos azulinos.
Thiago Passos, presidente da Associação de Torcedores do Clube do Remo (ASSOREMO) e um dos organizadores da passeata, se mostrou feliz com o resultado do movimento, ainda, com a aceitação dos torcedores. Segundo ele, o objetivo principal é estimular a renúncia de Sérgio Cabeça, presidente do clube, além de eleições diretas.
protesto Remo  (Foto: GLOBOESPORTE.COM) 
Movimento teve, inclusive, trio elétrico
(Foto: GLOBOESPORTE.COM)
– A ASSOREMO está muito feliz nesse momento, até porque convocamos vários seguimentos que estão de acordo com o nosso pensamento e conseguimos trazer um número elevado de pessoas. O nosso movimento de hoje tem três pedidos claros: pedir que o Sr. Manoel Ribeiro, presidente do Condel, marque a reunião de sócios que terminará o novo estatuto até, no máximo, o mês de junho; a renúncia do Sérgio Cabeça, presidente do Clube do Remo e pedir eleições diretas. Tenho certeza que isso será o pontapé inicial de uma nova história – afirmou Passos.
Lucas Alves, de 18 anos, era um dos muitos indignados com o atual momento do Leão. Para o estudante, a torcida tem o direito de reivindicar em busca de melhorias.
– Me sinto envergonhado como torcedor desse time que, em outras épocas, já nos deu tantas glórias. Não aguentamos ser enganados todo início de temporada. Queremos uma diretoria jovem, que tenha paciência de ouvir e dar voz ao torcedor.
Por telefone, o zagueiro Diego Barros foi outro que participou da movimentação. Atuando pelo Cuiabá, do Mato Grosso, o defensor pediu união da torcida para resgatar o clube.
Artur - Rei Artur - protesto Remo (Foto: GLOBOESPORTE.COM) 
Rei Artur participou do protesto com torcedores
(Foto: GLOBOESPORTE.COM)
Rei Artur fala em ser presidente

Entre os torcedores que reivindicaram por melhorias, um ídolo do se fez presente: o ex-atacante Artur, conhecido carinhosamente pela torcida do Leão como “Re”. Com o pé enfaixado, o que segundo ele, seria decorrência do dia cansativo à procura de documentos para associar-se do Leão, o ex-atacante observa a movimentação como uma forma de dar um basta no atual momento.
– Hoje estou como torcedor e sócio. Um clube tão grande como é o Clube do Remo não pode ficar nessa situação. Quanto ao torcedor, tem total razão de pedir os direitos, até porque os resultados não estão vindo dentro de campo. É triste, precisamos dar um basta e essa é a melhor forma de mudar o modo como o Remo é dirigido – observou.
Indagado sobre a possibilidade de um dia ser presidente do clube, Artur se colocou a disposição e garantiu ser um sonho. Lembrado e agraciado como um ídolo, o ex-jogador subiu ao trio elétrico onde fez um discurso, visivelmente, emocionado.
– Sou muito grato ao carinho do torcedor do Remo com a minha pessoa, isso é prova que o meu trabalho. Não descarto um dia ser presidente do Clube do Remo, seria uma honra, mas, nesse momento, penso em ajudar como torcedor. Vamos tentar mudar esse Estatuto para melhorar a situação do Leão – finalizou.

(Fonte: Globoesporte.com)

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

T.O.R. - CMD MARAMBAIA
Comentários que não se adequem ao blog serão excluídos.

© T.O.Remista - Cmd Marambaia by Junior Nick. Tecnologia do Blogger.