Referências

.

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Remo vence Cametá e está perto da final do primeiro turno


Cametá 0x2 Remo (Dadá e Leandrão)

Se existia a pressão por um bom resultado e um início de crise no Clube do Remo, isso, pelo menos por enquanto, foi afastado pelo técnico Charles Guerreiro. O Leão venceu o Cametá por 2 a 0 na noite desta quinta-feira, dentro do estádio Parque do Bacurau, e praticamente encaminhou a sua classificação à final do primeiro turno do Campeonato Paraense 2014. No próximo embate diante do Mapará, neste domingo, a partir das 16h, no Mangueirão, o time azulino pode até perder que decide a Taça Cidade de Belém.

Se o Cametá não tinha uma das suas principais contratações, o atacante Fábio Paulista, lesionado, o Remo colocou em campo o que tem de melhor para tentar um bom resultado na casa do adversário. Em campo, jogo equilibrado nos primeiros minutos e o gol não demorou a sair. Aos 7′, Leandrão chutou forte, de fora da área, marcando para o Leão. Azar do goleiro Alencar Baú, já que a bola ainda bateu na trave e nele antes de balançar a rede.

Diferente dos jogos anteriores, quando teve atuações contestadas, Leandrão era o grande responsável pelas jogadas ofensivas azulinas e um dos destaques da partida. Os outros ataques do Remo saiam da esquerda, com Thiago Potiguar, que quase sempre se dava melhor na individualidade diante do zagueiro Gil. O Cametá tinha problemas no meio-campo, distante dos atacantes Júnior Frutuoso e Jailson.
A partir dos 35 minutos o embate ficou igual. Enquanto o Cametá tentava de todas as formas o empate, o Remo era veloz e levava perigo nos contra-ataques. Robinho, pelo lado do Mapará, tinha nas jogadas individuais as principais chances de gol. Em uma delas, deixou dois defensores do Leão para trás e foi derrubado na entrada da área. Na cobrança forte de Mocajuba, Fabiano fez grande defesa, no último lance de perigo do primeiro tempo.

O Cametá voltou dos vestiários com a mesma vontade de conseguir o gol de empate. Pressionava, porém, esbarrava na falta de objetividade e na defesa bem postada do Remo. Sem espaços, o Mapará começou a apostar nas bolas aéreas, criando mais oportunidades. Atento, Fabiano fazia as defesas e afastava os momentos de perigo. Recebendo a pressão, o time da capital só saia nos contra-ataques com Potiguar e Zé Soares.

Apesar de recuar bastante no segundo tempo, o Remo teve duas oportunidades de consolidar a vitória no Parque do Bacurau. Aos 34 minutos, Leandrão chutou e a bola passou perto do gol cametaense. Dois minutos depois, o gol perdido mais incrível da partida. Ratinho cruzou na medida para Val Barreto, mas o atacante cabeceou para fora.

A vitória azulina foi consolidada aos 44 minutos. Em mais um contra-ataque, Eduardo Ramos tocou para Ratinho, que fez grande jogada individual e um bonito gol: 2 a 0, placar final.

Fonte: Globo Esporte.com

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

T.O.R. - CMD MARAMBAIA
Comentários que não se adequem ao blog serão excluídos.

© T.O.Remista - Cmd Marambaia by Junior Nick. Tecnologia do Blogger.